BISQ – A solução descentralizada que combate o roubo estatal

Bisq é uma aplicação open-source, peer-to-peer que permite comprar e vender criptomoedas com moedas nacionais. Sem necessidade de registro.

A Bisq DAO é um DAO (uma organização autônoma descentralizada, sigla em inglês) que foi cuidadosamente projetado para ser estável, imune contra perturbações, como ataques da maioria, golpes e forks. O objetivo é evitar quaisquer pontos centrais de falha ou controle e, portanto, somos uma organização autônoma. Segue-se uma ideia geral de DAOs, baseando-se em efeitos de rede, programas de computador modificáveis ​​e incentivos econômicos. O Bisq DAO “controla” o próprio Bisq, que é uma plataforma de negociação p2p. O Bisq DAO tem certas características definidoras em seu início, que descrevemos abaixo:

Privacidade:

Qualquer pessoa que possua tokens do Bisq DAO é uma parte interessada. As partes interessadas no Bisq DAO, bem como os contribuintes são anônimos. Os operadores que usam o Bisq são tão anônimos quanto possível, embora contaminados pelo sistema bancário. Pares dentro do sistema se comunicam pelo Tor. O Bisq DAO respeita a privacidade de seus atores em um grau muito alto. Acreditamos que as pessoas devem ter a escolha de divulgar ou não suas ações.

Resistência à censura:

O Bisq DAO é código aberto, p2p e altamente descentralizado, o que significa que é muito resistente à censura. Isso também é reforçado pelo anonimato de todos os atores do Bisq DAO. A este respeito, se induzirão ligeiras alterações no sistema existente. As opiniões e regulamentos políticos terão menos importância e as ações das pessoas mais.

Taxas:

A maioria das ações no Bisq DAO custa uma taxa. Isso ocorre por design para evitar vários tipos de spam. Observamos que os serviços gratuitos, por exemplo, e-mail, praticamente garantem que o spam irá surgir. Por exemplo, votar ou fazer uma proposta para o Bisq DAO custará uma taxa. Essencialmente nada é que este mundo é realmente livre e achamos que o custo deve ser muito explícito para evitar externalizar o custo para os outros.

Transparência:

O Bisq DAO é open source (código aberto) e as transações relevantes de tokens e criptomoedas no Bisq são totalmente visíveis. As transações econômicas são muito transparentes no Bisq DAO, em contraste com a situação na maioria das empresas convencionais. Assim, será muito mais fácil avaliar o valor do Bisq DAO em comparação com organizações padrão, que raramente (nunca) permitem a inspeção completa de seus livros em todos os momentos.

Governança e votação qualificada: as partes interessadas têm direito a voto. No entanto, não vemos o voto como um “direito” em tudo. A votação é difícil e não deve ser tomada levemente, certamente não tão leve como é frequentemente o caso em nossa sociedade, onde a apatia dos eleitores e a votação aleatória ou mesmo maliciosa são muito prevalentes. Somente as partes interessadas com participações suficientes podem votar em propostas e a votação custará uma taxa. Isso neutralizará o voto pelo spam e incentivará a votação muito cuidadosa.

Governança pelas pessoas, verificações e balanços: Se uma determinada mudança no Bisq DAO for aprovada e financiada, ela será mesclada em um repositório pelos keyholders deste repositório. No entanto, os usuários estão livres para usar o seu Bisq DAO existente sem atualizar. Assim, os usuários terão uma forte opinião sobre como o DAO do Bisq irá evoluir ou não. Esta é uma forte proteção contra a governança incompetente. Se o Bisq tiver um grande conjunto de usuários, o efeito de rede dificultará muito a realização de mudanças no protocolo Bisq.

Meritocracia:

A meritocracia é um dos principais elementos de design do Bisq DAO, pois acreditamos que a meritocracia é melhor que a democracia em muitos casos. Em uma versão posterior, as partes interessadas com reputação terão maior peso na votação. Reputação será ganha por ter contribuído com o trabalho, por ter ficado no projeto por muito tempo, etc. Neste sentido, os trabalhadores do Bisq DAO serão os que estão no controle, realizando um antigo sonho de Friedrich Engels. Os trabalhadores serão, no entanto, totalmente livres para escolher como votar e comprar/vender tokens e moedas. Assim, também cumprimos as ambições de Milton Friedman. Contribuintes que contribuem com trabalho de alta qualidade naturalmente estarão em uma boa posição para que suas propostas futuras sejam aceitas e bem financiadas. Esperamos que pessoas muito talentosas se apresentem.

O Bisq DAO unificará vários pontos de vista políticos. DAOismo?

O ecossistema DAO

Como o Bisq DAO é código aberto, autônomo e resistente à censura, pensamos que é o começo de um novo ecossistema com algo próximo a entidades vivas nele. Esperamos muitos DAOs diferentes controlando diferentes plataformas. Esses DAOs podem começar a competir por determinados mercados. O forking e modificações de DAOs antigos para criar novos DAOs podem ser vistos como a produção de descendentes.

Os DAOs têm diferentes missões, para alguns é ganhar o máximo de dinheiro possível para os seus proprietários. Outros DAOs podem muito bem ser de natureza cooperativa, onde as pessoas colaboram através do DAO de acordo com algum interesse ou objetivo comum. A governança pode ser diferente para diferentes DAOs e é possível que eles empreguem CEOs anônimos que fazem votações representativas. DAOs muito avançados podem incluir motores de inteligência artificial para aumentar suas chances de sobrevivência no caso de competirem. É certamente possível incluir uma rede neural.

Vídeo-Aula:

Fonte: https://bisq.network/blog/the-bisq-dao-manifesto/

Site: https://bisq.network/pt-pt/

Artigos Recomendados