No Brasil, existem dois tipos de justiça

No Brasil, existem dois tipos de justiça: a justiça para as pessoas comuns, os pagadores de impostos, e a justiça para àqueles privilegiados que fazem parte do estado.

Se pessoas comuns alvejassem um carro de uma autoridade do estado e, consequentemente, assassinassem essa autoridade. Todas elas, seriam levadas a julgamento e condenadas à prisão rapidamente.

Mas quando isso acontece com integrantes do estado, a lógica muda. No Brasil, integrantes do estado são tratados como reis e príncipes. E essa lógica se evidencia mais ainda, o quanto mais alto é o patamar da autoridade estatal.

Vejamos o caso dos magistrados: quando juízes e desembargadores são pegos praticando corrupção, pasmem só vocês, são aposentados compulsoriamente, continuam recebendo seus salários astronômicos normalmente. Mas se resolvermos subir mais um pouco, vamos ver que quando um ex-Presidente(a) da República é condenado à prisão por algum crime, além de passar a cumprir pena numa cela especial com privilégios caríssimos, ele ou ela, continua recebendo sua aposentadoria como Presidente da República, além é claro, de todas as vantagens que o cargo proporciona.

O Brasil é o país onde recompensam-se a injustiça e pune àqueles que não têm justiça.

STM solta os militares