Preso por fazer postagens “anti-estatais”

Um tribunal no Vietnã condenou um usuário do Facebook a seis anos de prisão por uma série de postagens que fez na plataforma de mídia social que o governo do país do Sudeste Asiático disse ser “antiestatal”.

Nguyen Ngoc Anh
Nguyen Ngoc Anh

O Partido Comunista do Vietnã mantém forte censura à mídia e não tolera críticas.

Nguyen Ngoc Anh, de 38 anos, foi acusado de “fazer e divulgar informações e materiais antiestatistas” no julgamento de um dia no Tribunal Popular da província de Ben Tre, no delta do Mekong, informou a agência de notícias Vietnam.

Anh, um engenheiro de criação de camarões, foi preso em setembro passado depois de ter sido encontrado escrevendo e compartilhando postagens e vídeos antiestatistas em sua conta do Facebook entre março e agosto do ano passado, segundo um comunicado da polícia.

O comunicado disse que Anh também incentivou as pessoas a participar dos protestos em junho e durante o Dia Nacional do Vietnã em setembro do ano passado.

O Facebook é amplamente utilizado no país e serve como a principal plataforma para comércio eletrônico e dissidência. Em janeiro, o Vietnã acusou o Facebook de violar a lei local, permitindo que os usuários postassem comentários contra o governo.

A gigante de mídia social dos EUA disse em um relatório divulgado no mês passado que aumentou a quantidade de conteúdo que restringiu o acesso ao Vietnã em mais de 500% no último semestre de 2018.

Uma porta-voz do Facebook se recusou a comentar o julgamento de quinta-feira.

Phil Robertson, vice-diretor da Asia na Human Rights Watch, disse na quarta-feira que o julgamento foi um espetáculo para “assustar os outros que podem ousar questionar o governo”.

“O único crime de Nguyen Ngoc Anh é falar contra a injustiça e a opressão”, disse Robertson.

Anh será colocado em prisão domiciliar por cinco anos após cumprir pena de prisão, informou a Agência de Notícias do Vietnã.

Fonte:https://nypost.com

Artigos Recomendados